Quem terá o Auxílio Emergencial cortado no próximo pagamento ?

Quem terá o Auxílio Emergencial cortado no próximo pagamento ?

O Ministério da Cidadania confirmou que existe uma reanálise em cada parcela que irá ser paga. Encontrando algum requisito que não foi cumprido, a pessoa será cortada

O objetivo de evitar pagamento indevido, o Ministério da Cidadania anunciou que, a cada novo pagamento, o solicitante do auxílio emergencial de R$ 600 passará por uma nova análise, sendo levadas em consideração as novas informações sobre o beneficiário inseridas nas bases de dados.

Com isso, o recebimento da  primeira parcela do auxílio emergencial de R$ 600 do Governo Federal passa a não ser garantia de contemplação pelo próximos lotes. 

Basicamente, você pode deixar de receber se a sua situação mudou desde o início da pandemia.

O caso de quem estava desempregado, e, durante os últimos meses, conseguiu um

trabalho. O sistema consultará a base de dados e, ao verificar uma nova inscrição na carteira de trabalho, não concederá a segunda parcela.

Isso  vale para pessoas  que tenha passado a receber outro benefício entre o pagamento de um lote e outro,  tipo aposentadoria e pensão por morte.

Caso o auxílio seja cortado, o beneficiado receberá um alerta do aplicativo que informará: 

“Seu cadastro foi identificado com indícios de desconformidades com a Lei 13.982/2020 e está sendo reavaliado. Motivo: Requerente com indício de inconformidade com a legislação do Auxílio Emergencial" .