Cloroquina reverte quadro grave de saúde de homem com COVID-19

Cloroquina reverte quadro grave de saúde de homem com COVID-19

Nilton Franco ficou 10 dias no hospital com seu pulmão comprometido e oxigenação muito baixa

A região Sudeste é a mais afetada pela pandemia do novo coronavírus no Brasil, sendo São Paulo o estado com mais casos (mais de 178 mil), seguido pelo Rio de Janeiro (mais de 79 mil).

Mesmo assim, boas notícias surgem desses lugares na luta contra a Covid-19.

Nilton Franco  56 anos foi curado  da doença após ficar dez dias internado no hospital. e que chegou a ficar com um nível de oxigenação muito baixo, mas não precisou ser entubado.

– Fiquei quatro dias com febre, falta de paladar, cansaço e um pouco de tosse. Apresentei um quadro de pneumonia viral e também uma infecção bacteriana no sangue – relata.

Depois de alguns dias dos primeiros sintomas, decidiu ir para o hospital. Ele foi atendido em um centro particular no bairro da Barra da Tijuca, Zona Oeste da capital, e recorda a preocupação dos médicos e familiares com seu quadro de saúde.

– Fiquei internado

por dez dias. Falaram para a minha família que a doença podia piorar. Fui muito bem tratado por todos os enfermeiros e médicos e medicado com cloroquina. O pulmão estava muito tomado e cheguei a 73% de oxigenação no sangue (o mínimo ideal é 93%). Graças a Deus, o nível de oxigênio foi aumentando e consegui respirar normal pelo nariz por dois dias. Aí a oxigenação foi para 93%, fiz uma revisão e me deram alta – reportou.

Nilton agora participa de um grupo no Facebook de pacientes recuperados do novo coronavírus e dá dicas e apoio à outras pessoas que sentem os mesmos sintomas que ele sentiu. Ele também afirma que não sabe como sobreviveu, mas que acredita na cura. Ele é evangélico e agradeceu a Deus pela sua recuperação.

– Sem explicação como estou aqui. Dez dias internado e olha eu aqui agora. Graças a Deus! – declarou.